Mãe

Maria de Nazaré

Imaculada Conceição

Em cada coração de mãe se conserva tantos tesouros, tesouros que nenhum filho consegue obte-los e conta-los totalmente. Mas o coração de Maria deixa uma distancia infinita em cada coração de mãe.

Maria è Mãe

Maria è linda, de uma beleza celestial. Maria è Santa, de uma santidade cheia de graça. Maria è boa, de uma bondade que um dia a farà sacrificare por amor, o seu filho. Maria è pura, de uma pureza maior que o esplendor da neve. Maria è forte, de uma força que aceita qualquer martirio.

Maria è a Mãe de Deus

Para salvar os homens dos horrores da morte e do pecado, o Filho de Deus deveria encarnar-se, transformar-se em um pobre pelegrino na terra. Ele tambèm precisava de uma Mãe.
Oh, a perfeição desta Senhora previlegiada! Deus a tinha preparada na Sua sabedoria por toda a eternidade. E foi Maria, quando recebeu o anuncio do Anjo que se abaixou e humilhou e gritou ao cèu: "Eis a serva do Senhor! Fiat" E o misterio doce e tremendo aconteceu, o Filho de Deus è o Filho de Maria.

Maria è nossa Mãe

Tendo aceitado de ser a Mãe de Jesus, verdadeiro Deus e Verdadeiro Homem, Maria aceitou de seguir maternalmente Jesus na sua missão dolorosa. Missão de salvação, missão de renuncia e de martirio.
Jesus se trasformava, por vontade do Pai, o primogenio entre muitos irmãos, Maria a mãe destes irmãos de Jesus. E erão os irmãos que um dia teriam matado, crussificando o seu Filho. E Ela o viu, seu corpo torturado do mais lindo, do melhor de todos os filhos dos homens, e do alto do patibulo teriam como filhos, os seviziadores. Era o testamento de Jesus.

Suplica

Docissima Mãe, come poderei fazer-te esquecer a cruel dor que te dei? E como poderei demonstrar verdadeiramente que sou teu filho? Tu ès sempre mãe, mesmo quando eu sou ruim, tu ès sempre disponìvel a escutar o teu coração ferido da agudas espadas, mas a que coisa me servirà se eu não aceito, se eu não quero ser teu filhinho? O Maria, não me abandonar, uma mãe não abandona seu filho, com te eu serei salvado.

oração

Maria minha tristeza, eu não quero deixá-lo sozinho para chorar, não, eu quero combinar com seus também as minhas lágrimas. Hoje peço-lhe este favor: alcançai-me a memória continuamente e uma terna devoção à Paixão de Jesus e Sua porque a cada dia que me resta para viver Eu posso chorar teus sofrimentos, minha mãe, e os de meu Redentor.

Espero que quando estou no momento da morte é a memória de sua dor vai me dar confiança e força não se desesperar, vendo as ofensas que eu fui ao meu Senhor.

Sua dor vai me dar o perdão, perseverança, céu, onde espero vir a se alegrar com você e cantar as misericórdias infinitas de meu Deus por toda a eternidade. Espero que sim, que assim seja.
Amém.
St. Afonso de Ligório

Temas do Mosteiro