Insidias Infernais

Insidias Infernais

italiano español english português 
 
Inferno
Sites por visitar
Grupo de oração
Oração e intercessão.
Virgem Maria
Não se deve resistir ao Seu Chamado.
São José
A grandeza deste Santo é inimaginável.
São Bento
Para combater contra as doenças e os malefícios
Amor e Paixão
As etapas dolorosas da Paixão de Jesus Cristo
Meditação
O suspiro da alma.
Os Anjos
Seres de Luz que ardem de Amor Divino.
Santuário de Oropa
Aqui se encontra o Coração de Maria
O Pecado
Não só a transgressão moral.
Viagem interior
um caminho que se abre através da psiche.
Milagres Eucarísticos
As Ostias se transformam em carne.
Aparições marianas
Maria segue a humanidade.
Decálogo
Os dez comandamentos.
Anterior  

Insidia de prontidão

Satanás leva para a escravidão muitas almas, levando-as a não refletir para lhes fazer perder de vista o verdadeiro fim que é a vida. Nos seus atos predatórios o demonio instiga o desejo e aconselha "A vida é um prazer, voce deve agarrar todos os prazeres que a vida te presenteia, pensa no presente porque com a morte tudo acaba". Assim muitas criaturas não encontram tempo para refletir a verdade revelada por Deus e assim caminham na estrada da superficialidade e do pecado. Essas criaturas emersas nos prazer, capturadas por varios enganos, não suspeitam minimamente de terem caido numa rede diabolica, portanto o perceberão quando ja não haverá mais remedio, quando se abrirá a porta da eternidade.


O engano do egoismo com o desprezo dos bens

"Havia um homen rico que se vestia de purpura e de linho finissimo e cada dia gozava de suntuosos banquetes… morrei tambem o rico e foi sepultado. Estando no inferno entre os tormentos". (Lc l6,19) O rico epulão descrito no Evangelho, durante toda sua vida tinha esbanjado o pecado da gula, fazendo desse seu prazer a razão de sua vida e, ainda mais, ficava de maneira ostensiva insensivel às necessidades do pobre Lazzaro (Lc 16,19) O egoismo lhe tinha sufocado qualquer ato de caridade e a avareza lhe pungia a mente, agora estava nos tormentos do inferno.
Que tremem, portanto, os egoistas e certos ricos que não querem exercitar a caridade! Também para eles, se não quiserem mudar o estilo de vida, estará reservada a sorte do rico epulão.


A impureza (castidade)

O pecado que mais frequentemente leva ao inferno é o da impureza, sendo o caminho privilegiado de Satanás. Diz Santo Alfonso "...vamos para o inferno também por este pecado, mas também sem ele."

Jesus nos disse " ...beatos os puros de coracão porque verão a Deus". (Mt.5,8) Sem a ajuda de Deus o homen é incapaz de vencer as tentações e de encontrar o caminho da salvacão. As impurezas levam ao vicio, deixam fracas a vontade, atacam a fé e sem a fé minam a oração e abatem o caminho do bem deixando as criaturas nas mãos do mal.
Este vicio endurece o coração e sem a graca especial nos leva à impenitência final.... ao inferno.


O sacrilégio

Um pecado que pode conduzir a uma condana eterna é o sacrilegio. Desgraçado aquele que se coloca nesse caminho! Comete sacrilegio quem de livre vontade esconde na confissao qualquer pecado mor tal ou mesmo se confessa sem a vontade de deixar o pecado ou de fugir das ocasiões próximas de pratica-lo. Quase sempre, quem se confessa de maneira sacrilega, cumpre também um sacrilégio Eucaristico, pois recebe a Comunhão em estado de pecado mortal.

Nos conta S. João Bosco "Me encontrei com o meu guia (anjo custode) no fundo de um pricipicio que terminava numa vale bem obscura. Eis que aparece um edificio imenso, com uma porta altissima, que estava fechada. Tocamos o fundo do pricipicio, havia um calor sufucante que me oprimia...uma fumaça bem densa, quase verde e chamas de fogo sanguineo se levantavam sobre as muralhas do edificio".
Perguntei "Aonde estamos?" Lê o que esta escrito na porta, me respondeu o guia, e vi que estava escrito "ubi non est redemptio" ou seja local onde não há redencao. Entretanto vi precipitar dentro daquele local... primeiro um jovem, depois um outro, e outros a inda, todos levavam na fronte o nome do proprio pecado.
Me disse o guia "...eis a causa que prevaleceu para estes danados ou seja, as más companhias, livros impuros, habitos perversos."

Aqueles pobres rapazes eram jovens que eu conhecia.
Perguntei ao meu guia "...então é inútil trabalhar entre os jovens se depois muitos fazem esse fim! Como empedir essa ruina?" – "Aqueles que voce viu estão ainda em vida, este, entretanto, é o estado atual de suas almas e se tivessem que morrer nesse momento viriam sem duvida aqui", disse o Anjo!.
Depois entramos no edificio, se corria com grande velocidade, entramos num grande e funesto espaço e lí uma inscricão "ibunt impii in ignem aeternum".
"Vem comigo me disse o guia. Me pegou pela mão e me conduziu diante de uma porta que apareceu. Me fez ver uma especie de caverna, imensa e cheia de fogo, que passava por demais o fogo da terra. Essa visão não posso descreve-la para voces com palavras humanas, com todo o vigor de sua realidade.
De repente comecei a ver jovens que caiam na caverna ardente e o guia me disse "impureza, esta é a causa da ruina eterna desses jovens".
- Mas se pecaram tambem se confessaram! - Se confessaram sim, mas a culpa contra a virtude da pureza não a confessaram bem ou se omitiram em não dize-las." Por exemplo, um jovem tinha praticado quatro ou cinco desses pecados mas confessou somente dois ou tres. Existem alguns que praticaram um na adolescencia e por vergonha nunca o confessaram ou confessaram mal. Outros não tiveram a dor e a intenção de mudar. Alguém outrossim, para ao fazer o exame de consciencia, preparava palavras proprias para enganar o confessor. Quem morre nesse estado, decide se colocar entre os culpados não arrependidos e tal restará por toda a eternidade. E agora quer ver porque a misericordia de Deus te levou aqui? O guia levantou um véu e ví um grupo de jovens deste oratorio que conhecia muito bem" todos cond enados por aquela culpa, entre alguns havia também aqueles que haviam tido uma boa conduta".
O guia me disse ainda "... predicar sempre e em todo o lugar contra a impureza" Depois falamos por cerca de meia hora sobre as condicoes necessarias para fazer uma boa confissao e concluimos "é necessario mudar de vida, é necessario mudar de vida".

Escreve Padre Francisco Rivignez (o episodio é recordado também por Santo Alfonso) que na Englaterra, quando havia a religião catolica, o Rei Anguberto tinha uma filha de rara beleza que tinha sido requerida por varios principes.
Enterrrogada pelo pai se queria se casar, a mesma respondeu que não podia, pois tinha feito o voto de perpetua virgindade.
O pai obteve do Papa a dispensa, mas ela ficou firme na sua intencão e de ficar afastada dentro de casa. O pai satisfez seu desejo e a filha comecou a levar uma vida santa com orações, penitencias, jejuns e recebia os sacramentos e ia cuidar dos enfermos num hospital. Em tal estado de vida ficou doente e morreu.

Uma mulher que tinha sido sua educadora, encontrando-se numa noite em oracão sentiu no quarto un grande barulho e logo viu uma alma com fisionomia de mulher no meio de um grande fogo e accorentada entre muitos demonios...
- eu sou a infeliz filha do Rei Anguberto. - Mas como? Voce condenada tendo levado uma vida tao santa?
- Estou condenada justamente... por minha culpa. Ainda menina caí no pecado da impureza. Fui me confessar mas a vergonha me fechou a boca: no lugar de confessar humildemente o meu pecado, o omití de tal forma que o confessor não entendia nada. 0 sacrilegio se repetiu muitas vezes. No leito de morte eu disse ao confessor, de forma superficial, que tinha sido uma grande pecadora, mas o confessor, ignorando o verdadeiro estado de minha alma, me recomendou de retirar de mim esse pensamento, como sendo uma tentação. Pouco depois eu morri e fui condenada por toda a eternidade nas chamas do inferno.
Dito isto, desapareceu, mas com tanto torpor que parecia levar consigo o mundo e deixando naquele local um fedor repelente que durou vários dias.


Matrimonios irregulares

Deus perdoa qualquer culpa desde que haja um verdadeiro arrependimento, ou seja, a vontade de por fim aos pecados e mudar de vida. Entre mil matrimonios irregulares (pessoas amancebadas, divorciadas que casam novamente) talvez somente alguns escaparão do inferno, porque normalmente não se arrependem nem mesmo na hora da morte. Infelizmente, muitos ainda raciocinam como o mundo quer e não como Deus quer.

 
 
  Santos e bem-aventurados:
Santa Teresa de LisieuxSanta Rita de Cássia
Santa LuziaSanta Gemma Galgani
São Antônio GalvãoSanta Elisabeth
Para informações:  monasteryinvisible@gmail.com  Número de visitas:visitas  
Infierno - Todos los dereitos reservados