Santa Elisabeth

#

Epílogo

Santa Elisabeth criatura muito humilde escondia, as visões, os colóquios angélicos como também as viseõs do próprio Jesus que a confortava, a encorajava e as vezes a levava em extase.

Santa

Santa Elisabeth temia de ser louvada pelos homens e de cair no orgulho alimentado pelo vento da adulação dos homens porque desprezava as coisas vãs do mundo e tinha escolhido de viver humildelmente, ela uma princesa, que mirava ao amor de Deus e ao socorro dos sofredores.

O seu incrível amor por Jesus a fez filha predileta e através Dela, Deus da testemunho. S. Elisabeth fez ressucitar muitos mortos, mais de dezesseis, teve também o dom e o previlégio da total cura de um cego e um elenco de regenerações verdadeiramente incríveis, esta abundância de milagres testemunha e proclama a Sua santidade.
No dia da translação do seu santíssimo corpo, depois que o corpo foi colocado na caixa de chumbo, levantada sobre a terra, sigilada com os sigilos dos bispos e dos prelados, com o testemunho dos religiosos, no sarcófago aberto o dia seguinte para distribuir relíquias, foi visto que um óleo de extraordinário perfume saia abundantemente dos seus ossos. Isto se manifesta ainda hoje àqueles que observam.
No túmulo di S. Elisabeth, pelos seus méritos, vem doada a vista aos cegos, a audição aos surdos, o manca que caminha, o mudo que fala, os prisioneiros se liberam das correntes e do cárcere; os paralíticos, os epiléticos e os furiosos regeneram; os indemoniados veem liberados, os mortos revivem, os leprosos veem curados e em multidão o povo obtém o desejado alívio das diversas doenças. Assim cada um obtém aquilo que implora com a devida humildade, recebe aquilo que pede com ardor sincero, porque a porta da graça vem aberta a quem bate com a tenácia da devoção. E não somente a doença corporal aqui encontra regeneração e alívio, mas também o mal espiritual.

Nós também podemos suplicar a esta Santa, a gloriosa Elisabeth, aquela que pode se transformar na nossa advogada das nossas culpas e obter através dos seus méritos aquilo que podemos pedir. Com rapidez se afamados para ser refornidos, os jovens reconheçam naquela que ressuscita os mortos, as moças veem Nela brilhar as virtudes da castidade e os necessitados veem Nela o sustentamento e a consoladora.
A implorar o aflito como socorro, a implorar também o culpado para que seja convertido, a implorar o fraco, o necessitado para que receba o encorajamento e a plenitude, a implorar quem está na tribulação e tem necessidade de ajuda.
S. Elisabeth é consoladora dos aflitos, plenitude dos necessitados, alívio dos opressos. Nela não pode ser afastada a súplica sincera, a oração fervente banhada de lágrimas. Não pode segurar àquela que nos próprios sofrimentos aprendeu a compaixão para com os outros, aquela que nas privações pessoais aprendeu a compreender, aquela que foi generosa, aliás distribuidora de obras de misericórdia em exaudir as súplicas dos pobres.

Com confiança de sermos exaudidos, todos nós humildemente miramos à Ela como um refúgio especial.
Todas as criaturas do mundo vejam nela a divina clemência e em particular em que modo Jesus abriu a porta da misericórdia pela Sua intercessão, por amor de Jesus, Elisabeth desdenhou os bens terrenos e todas as vaidades do mundo. Ela o viu, o amou de verdade, acreditou firmamente nele, devemos pedir a esta luminosa Santa de obter da Deus o dom da verdadeira fé, e que nos obtenha a conversão contínua do coração para poder voar sobre o puro amor de Deus.

Renovamos o convite

Se você sente em seu coração o convite de Jesus, ou apenas quer tentar orar a partir de sua casa, clique aqui e você vai encontrar um grupo maravilhoso de oração. Assim, você pode espiritualmente se juntar aos muitos irmãos e irmãs maravilhosos em todos os continentes, e sua vida vai mudar.

Se você deseja receber o livreto de oração preencha o formulário e você receberá a sua entrega, sem incorrer em despesas ou qualquer tipo de responsabilidade e oração. A informação apresentada é protegida por lei e considerados altamente confidenciais.

Pode interessar