Pecado

Pecado

Perdão

Na comportamewnto de Jesus para o pecador um julgamento pode ser dado de acordo com o espírito que nos anima então, e ver, perceber uma ação muito a fundo, ou seja no futuro, ou fazê-la cair ao mesmo tempo em qual o examina.

O perdão

Heine em tom de desprezo você disse "O trabalho de Deus é perdoar". Não esqueçamos quem ele era: um ateu; para qual em seu língua: "trabalho" equivale para um qualquer profissão: para profissão o Jesus ... perdoa.

Para a Igreja que possui o Espírito de Jesus, tem outro significado: o mesmo um dado por Jesus para sua própria atitude.

Ou seja: criar uma criatura nova. Isto é evidenciato, por exemplo, na reunião pessoal do Mestre com Pedro depois da ressurreição.

Era hora e vou resolver aquele assunto de scabrous da negação. Já existia um incontro, no pátio do Alto Sacerdote depois da apreensão; mas então Jesus não tinha podido ficar. Só um olhar, ed era sido bastante para abrir um fenômeno que irá durar até ao fim da vida do Apóstolo: o choro.

Depois da ressurreição o Jesus quer esclarecer isto, e aqui é a confrontação com o apóstolo. Pedro devia ser a "pedra", o fundamento para a nova comunidade criada por Jesus, em vez è caiupenosamente em frente uma menina, negando o Mestre.

Porque Jesus se apresenta para o apóstolo? Talvez para levar a promessa? Nada disto.

Não vim para te julgar. Nao me lembro de sua cobardia. Sou eu que regresso pata ti para primeiro, depois do que fizeste. e de volta para você só para perguntar-te se ainda me amas, se teu remorso, que é grande, nao destruiu em você a amizade que nos unia. Se o sentimento de culpa que tenta em meus cumprimentos ela não secou por casualidade em você a fonte do amor.

Não digo mesmo que eu perdoo-te, como essas pessoas que me pregaram à cruz; esses não me amam; ou melhor, não tinha entendido que eu os amava. Mas a você que me amavas, o que compartilhou minha existência diária, peço-te apenas se ainda me amas, se estes dias dramáticos de minha paixão não matou em você o amor. Eu só pergunto isso. Porque este é o essencial. É o único necessário para sua felicidade e sua glória".

De tudo isso, vemos Jesus indo muito além de um simples perdão e até mesmo uma simples opróbria.

O perdão destrói: a repreensão faz presente; o primeiro se afasta do pecado: o segundo o chama. com a repreensão Se lembra uma falha que pertence ao passado. Com o perdão Jesus não se lembra, mas enfrenta o futuro, nossas possibilidades e não nossas falhas.

A repreensão transforma o indivíduo em seu próprio pecado. Com o perdão, Jesus nos faz sair do pecado, a reprovação é muitas vezes estéril. Perdão que é uma oferta de amor, é sempre criativo.

Com a repreensão uma pessoa e suas culpas é conhecido. Jesus, ao invés, com o perdão não nos conhece, ele não quer saber como somos nós, mas como devemos ser, ou seja diferentes. A repreensão obriga-nos a olhar para trás. Perdão nos força a olhar adiante. Para Ele, o passado está fechado. Leva-lo permanentemente. não o mantém escondido, Jesus nos dá o futuro.

Naquele momento Jesus nos diz "agora vai... Te dou o futuro". O perdão mais que ajustar uma conta com o passado, abre com o futuro.
Caindo produz desencorajamento, especialmente quando repetido.
Para Jesus o homem, também depois que mil cachoeiras sempre tem a habilidade para recuperar e reiniciar tudo de princípio..
O homem sempre se assemelhar a a Deus criativo de coisas novas.

Renovamos o convite

Se você sente em seu coração o convite de Jesus, ou apenas quer tentar orar a partir de sua casa, clique aqui e você vai encontrar um grupo maravilhoso de oração. Assim, você pode espiritualmente se juntar aos muitos irmãos e irmãs maravilhosos em todos os continentes, e sua vida vai mudar.

Se você deseja receber o livreto de oração preencha o formulário e você receberá a sua entrega, sem incorrer em despesas ou qualquer tipo de responsabilidade e oração. A informação apresentada é protegida por lei e considerados altamente confidenciais.

Pode interessar