Sinais

Palavra e silêncio

Silêncio

"Os Céus falam da Glória de Deus e a obra das suas mãos anuncia o firmamento" (Sal.19)

Os céus falam da Glória de Deus" é o que existe, a natureza é isso, essa é a terra, este é o Céu, temos Lábios, mantendo-nos ao silêncio, o Criador se manifesta. Na silenciosa beleza dos Céus que nos escreve deixa-nos atônitos em frente ao criador. É estando na natureza que Deus se comunica em nós e no silêncio.

Palavra e silêncio

Elias foge perseguido, ele está cansado e quer morrer, porque tudo parece sem sentido. O Senhor faz com que ele coma um pão e graças a isso têm forças, Elias anda quarenta dias e quarenta noites, para chegar a Horeb, o monte santo, aonde irá fazer no Monte a experiência de Deus.

"Esta é a passagem do Senhor. Passa um vento impetuoso e Ousado fendendo os montes e despedaçando as rochas, mas o Senhor não estava no vento. Depois do vento houve um terremoto, mas no terremoto não estava o senhor Depois do terremoto houve um fogo, mas o Senhor não era o fogo". O Senhor não é nenhum destes Sinais de poder, nem fogo, nem o vento nem o terremoto. Onde Deus vive? "Após o incêndio há um ligeiro murmúrio do vento." Elias conhece Deus na voz do silêncio, mesmo com um ígneo tênue silêncio.

Deus não aceita Sinais e negociações que falem sobre poder e grandezas do mundo. Deus dá inteligência ao que fala ao coração sincero. Surpreendentemente em sua fala Deus é silencio onde ao parágrafo fala-se com ele, a voz do silêncio. Palavras de Deus, e tudo embebido em seu silêncio. A Bíblia é uma janela para o infinito, o fogo que tudo consome, e Deus, Deus é a ansiedade inquietude, o tormento.

Um Deus que se manifesta em forma de pomba como pode ser esquecido por Deus? Como ele se sentiria se fosse sua palavra... Escândalo seria ocultar sua face do sofrimento de seus filhos! Seja procure a experiência de Deus, de seu silêncio sobre você.

Ó! Deus que abismo que nos separa de seu Filho, Envia-nos a sua palavra. Palavra que faz ponte, que une o homem a Deus. Dê um Deus que tranquiliza, promete, dá há certeza, a palavra de luz, o calor, dá a força que transforma o deserto em Jardim.

Deus nos dá o silêncio porque só através do silêncio de Deus residem condições riscos da conquista da Liberdade. Em outras palavras, Deus no silêncio é nosso espaço de Libertação. Na esperança que não é grata, há lágrimas de nosso silêncio.

No centro da Palavra do Novo Testamento que vem até nós. João escreve no prólogo "O Verbo se fez carne." No escândalo abismal destas palavras que se fazem a distancia com as cruzes. Há silêncio da palavra dita. Palavra que Jesus no silêncio da cruz, diz com palavras, que se faz carne, que se refere a um silêncio abismal, o silêncio Pai.

O cristianismo é a fé na palavra que permanece suspensa entre os dois devidos silêncios: o silêncio de origem e o de destino, o da fonte do silêncio e o do Espírito, que nos deixa sair que nos mantêm e nos faz permanecer na vida.

"O pai pronunciou a palavra em um silêncio eterno, portanto, em silêncio é que esta palavra deve ser ouvida pelos homens". (São João da Cruz). Tu escutas a palavra não quando a repete descaradamente, mas quando nela faz uso do silêncio confortável e nesse silêncio é mais uma vez o que a fé chama Vontade ou Fé.

Não blasfeme ou ofendam primeiro percorra por um bom tempo os Caminhos do silêncio. Entrará somente neste silêncio que te será fecundo.

O homem de hoje pode totalmente recuperar-se encontrar se por inteiro começar a ousar dar valor a sua existência, dando um lugar privilegiado ao silêncio. O silêncio parece tornar-se um Valor estranho ao homem contemporâneo, que sente medo e risco de encontrar-se, somente e por meio dele, sem tédio e medo da morte, poderá perseguido ou divertindo-se, em seu lazer, encontrar a si mesmo.

Talvez o fato das palavras despertarem maravilhas, se pode falar de silêncio, Palavra e silêncio permanecem Legais. O silêncio é a palavra envolta na autenticidade, permanece nascido da verdade, que sobrevém da palavra. O verdadeiro silêncio é não é mutismo é uma forma de comunicação, é a plenitude, da presença de Deus.

Pode interessar-te