St. Alfonso

luta

Tentação

A tentação vem primeiramente à mente com um simples pensamento, seguida de uma imaginação forte, dando, ao prazer um destino errado, finalmente, permitindo o mal.
(A imitação de Cristo XIII)

Tentação e oração

Agora vamos ver o que significa e o que devemos fazer para vencer as tentações.

Os mestres espirituais sugerem muitos, necessários e seguros métodos de repetições e pedidos a Deus. Unindo humildade e confiança, diga: "Ó Deus, vinde em meu auxílio; Senhor apressa-te em me ajudar".
(Sal 69,2).

Apenas nesta oração podem-se ultrapassar todos os assaltos do demônio, porque Deus é infinitamente mais forte do que todos os demônios. Deus sabe que não temos a força necessária para resistir às tentações do inferno; portanto, escreve o cardeal Gotti, quando estamos em perigo de eminente derrota, ele nos da à ajuda necessária para resistir, desde que nos voltemos a ele.

Como podemos temer a falta da ajuda de Deus, depois de tantas promessas que ele nos faz na Sagrada Escritura? Vinde a mim, diz Jesus, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.
(Mt 11,28).

Venham todos que estão lutando contra a tentação, e eu dar-lhes-ei força. Invoca-me no dia da angústia: eu te livrarei, e tu me glorificarás.
(Sal 49,15).

Quando estiver atormentado por inimigos, invoque-me, eu tirá-lo-ei fora do perigo, e me elogiará então clamarás, e o Senhor teu Deus responderá; Chorará, e ele dirá: "Eis-me aqui"
(Is 58,9).

Chamará pela ajuda do Senhor, e ele te ouvirá. Chorará e dirá Senhor, ajuda-me; e ele dirá: "Eis que eu estou aqui para ajudá-lo." Quem o chama e é negligenciado por ele?
(Sir 2,10).

Davi tinha certeza de que através da oração ganharia todos os inimigos: Invoco o Senhor, digno de louvor, e estou a salvo dos meus inimigos (Sl 17,4). Pois saiba que Deus se aproxima de quem pede ajuda: O Senhor está perto de todos os que o invocam.
(Sal 144,18).

E São Paulo acrescenta que Deus é rico em misericórdia para com todos os que o invocam.
(cf. Rm 10,12). Se todos quantos são tentados, recorressem a Deus, não o ofenderiam porque muitos caíram, lisonjearam-no em suas más inclinações, para não perder os prazeres momentâneos preferindo perder o bem maior, que é Deus. A experiência mostra que aqueles que recorrem a Deus, especialmente nas tentações impuras, não caem. [...]

Nas tentações contra a pureza, bem como aquelas contra a fé, não as cerebralize terás que expulsá-las indiretamente por atos de amor a Deus ou por seus pecados, ou aplicar em alguma ação distrativa. Visando algum pensamento maldoso, não olhe para o seu significado ou aonde quer que se destine, mas imediatamente o rejeite, impedindo-o de entrar em sua mente. Certas sugestões mal devem reverberar em nós, quais faíscas de fogo, que saltam sobre o adversário.

E se na tentação impura que percorre sua mente as que movimentam os sentidos pecaminosos, volte-se para Deus, dizendo: "Senhor, me ajude!", E invocando os nomes de Jesus e Maria. Mas se a tentação continuar, não se perturbe e não fique com raiva, porque o diabo pode utilizar seus problemas no pecado. "Com humildade e resignação na vontade de Deus, que nos permite ver tormentas, diga: "Senhor, eu mereço ser assediado por esses maus pensamentos por causa de meus pecados Mas agora me ajude e me salve".

Quando a tentação continuar, recorra a Jesus e Maria; e quando estiver em grave perigo de cair, aumente as orações, recorrendo ao Santíssimo Sacramento, jogue-se aos pés de um crucifixo ou a uma imagem da Virgem, e ore com mais fervor, gemendo, chorando, tentando o vosso resgate. é verdade que Deus está pronto para atender aqueles que rezam e ele vos dará a força necessária para resistir, não da vossa diligência; Mas do Senhor que quer deste esforço, seu primeiro lugar para encontrar a vossa fraqueza e vos ajudar a vencer.

Pode interessar