Conversão

Grupo de oração

Diálogo com o Mestre

Grupo de oração

Minha culpa que eu estava longe de você, Jesus, como eu estava fora de mim mesma.

Você me salvou da escuridâo antes do último suspiro.

Agora, sinto as emoções em meu coraçâo, na minha alma e as revivo na paz.

Conversão de uma alma

Mestre, estou aqui te escrevendo enquanto olho um quadro onde és representado na última ceia com os teus doze apóstolos. Debaixo do quadro, no sofá, revejo na mia mente, minha mâe sentada com a expressâo sofrida por causa da sua doença. Agora, sinto as emoções no meu coraçâo, na minha alma e as revivo na paz porque sei que ela esta com ti, com a tua proteçâo. Tu Senhor a ama, a sempre amada, a proteje, e ela agora está perto de ti que és eternidade.

Te agradeço porque tu foste uma mâe maravilhosa, tenho fé em ti e sei que sois perto de mim. Como sabes, minha luz, soubes guiar Corrado até a mim, eu estava longe de mim mesma, longe de ti. Admito, que os seus discursos referentes a Ti eu nâo compreendia, e dizia: "sim" interiorizando-os e meditando-os. Somente em um segundo tempo eu conseguia entender. Eu sei que por meio dele Tu me salvaste, eu estava afogando nas trevas, tu me pegaste pelos cabelos, antes do último respiro. Rezou por mim e Te vi com uma túnica branca, na expectativa que eu dicesse: "Salva-me". Tu ti aproximaste e eu senti a Tua direita sobre a minha cabeça: "Levanta-te Jerusalém! Joga fora a tua tristeza". Chorei de alegria.

Meu Jesus, eu estava zangada con Ti e com o mundo inteiro, os meus dias eram uma suportaçâo, as pias noites eram frequentemente íncubos. Agora sinto Ti, sinto Paz, sinto Amor. A minha oraçâo é um louvor a Ti e a Maria. Receber-te na missa em comunhâo com Ti, é gaudio para a alma. Quando entro na tua igreja, me sinto protegida, em diálogo con Ti...

Quarta-feira quando eu soube que devia ser operada, eu disse: "Senhor, te ofereço os meus males e seja sempre feita a Tua vontade e nâo a minha". Mestre, nâo me sinto triste porque os vejo como sinais; nâo percebia de estar indo em direçâo a autodestruiçâo. Todo o mal que dominava o meu espírito, gota a gota, estava minando a minha carne e eu nâo entendia!

"Corrado obrigado! Abri os olhos e percebi quanto eu era doente!" Posso somente dizer a ti Mestre e a Corrado: "Minha culpa, minha culpa, minha máxima culpa" nâo conseguia mais rezar e agora, nâo tenho mais voz porque a minha garganta é doente. Desejava uma familia: um homem para nâo sentir-me sózinha e o meu ventre é doente.

No meu último telefonema a Corrado, ele mi fez uma pergunta sobre a confiança, dizendo-me: "diga-me um nome de um amigo que tu confias cegamente?" Te respondi: "nâo tenho confiança nas amizades". Depois daquela resposta, mi fiz uma pergunta: "Como posso ter confiança, se nâo confio em ninguém? Tenho sempre reservas? Como posso amar se nâo me amo?

"Jesus meu tu ti rivelaste, venceu a minha surdez, ter fé em Ti significa ter logo a resposta: "sim" na graça que te imploramos. Eu creio Senhor que para mim tudo acontecerá para o meu bem porque Tu és comigo, quero viver a minha vida com Ti e poder demonstrar aos outros que a felicidade é sómente no Teu Amor. O Amor supremo é esperança! O Amor faz milagres!

Ontem Mestre eu estava na montanha e partecipei à missa dominical. Na igreja tinha um belissimo quadro que representava a Madona das tres colinas que envolvia, com um manto branco, todas as montanhas ao redor. Naquele instante eu também mi senti envolvida por aquele manto. O coraçâo me palpitava e recordei Corrado e todos os irmâos do Mosteiro, todas as pessoas que me querem bem e aqueles que, naquele momento estavam sofrendo, do meu próprio sofrimento; depois continuei a dizer: "obrigado, obrigado, obrigado..." esta é novamente a minha vida!

Nestes dias o Senhor me deu a possibilidade de encontrar jovens que perderam os pais e uma irmâ, a minha melhor amiga de infância.
Percebi nos seus olhos a mesma raiva que eu tinha, eu sei que nâo é culpa Tua, Tu venceste a morte, Tu mesmo disse: "Pai se podes afasta de mim este cálice". Com delicadeza procurei consolar-te, mas antes de falar, pedi ajuda a Ti, graças a Ti fui escutada porque sabem que coisa significa perder uma persona querida.

Jesus! Como teria podido testemunhar que Tu és "Esperança" sem que tu me tivesse feito digna de ser crido. Lembro as palavras de Corrado: "Giulia, tudo tem um sentido.." Senhor, ele mi falou muitas vezes de talentos. Eu sempre respondi que nâo possuo "talentos", mas ele mi disse que é: impossível, que todos têem! Eu com Ti soube consolar e ter palavras de luz, naquele momento as suas lágrimas pararam, Mestre isto é talento? Daqui a pouco chegará o momento do meu diálogo com Corrado, o meu Professor de Esperança, obrigado porque este irmâo, faz maravilhas com Ti. Louvo a Ti por Corrado porque um dia estará no teu céu, Ele me levou a Ti, dá-lhe todas as graças que lhe sâo necessárias para ajudar ainda tantas e tantas almas.

Senhor, esta minha nova chamada ao sofrimento quer ser sinal de purificaçâo, este sofrimento quer ser oferta a Ti porque Tu sabes o que significa sofrer.
Tenho fé em Ti e a mesma fé me une a Corrado e aos Irmâos do Mosteiro Invisível de Caridade e Fraternidade e me nasce do coraçâo este canto:
"Te agradeço o meu Senhor nâo tenho mais medo, porque com a minha mâo, na mâo dos amigos meus, nâo sinto cansaço e olho para frente porque na minha estrada tu és. Abandonei, atrás de mim, todos os medos, todas as dúvidas porque uma grande alegria sinto no coraçâo, se penso quanto és bom o meu Senhor;
Fizeste os céus sobre mim, fizeste o sol, o mar, as flores. Mas o mais bonito dom que me fez o meu Senhor FOI A VIDA e o seu Amor".

Uma saudaçâo a ti Corrado, porque me explicou que nós todos fazemos parte do "Criado". O Senhor toma conta de todos... Até uma Rosa no meio do lixo é sempre uma Rosa. Obrigada, gosto de ti, aliàs, gosto de vós! Um abraço com imenso afeto..
. Giulia

Temas do Mosteiro