Evangelho

A amizade

Amizade

Em João encontramos as palavras com que Jesus define, em termos de amizade, seu relacionamento com os seus discípulos:

"Eu não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que seu senhor faz; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo o que eu ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.".
(Jo 15,15).

De Aelred de Rievaulx

Versos 13-15 introduzem os dois amigos e servidores nos termos. "Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida aos seus amigos." E então, no versículo 14 que diz que, para serem amigos devem ser servos! "Vocês são amigos, se fizerdes o que vos mando." Não é a tarefa dos funcionários fazerem o que lhes é ordenado? Em Jo. 2, os servos do casamento em Canãa, realizam o que a mãe de Deus, pede-lhes para fazer, por isso sabe o que o mestre-sala ainda não poderia saber. Servos não mais! Jesus revela que no verso 15: "Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que seu senhor faz; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.".

O amor transforma a relação entre o mestre e o discípulo, entre o Criador e a criatura, para estabelecer um novo relacionamento, a do amor sem limites. Amigo não é uma expressão desgastada para Jesus porque é realmente uma palavra desafiadora para sua própria vida. Deus chama o homem: Amigo. De acordo com o texto, ele é oferecido como um presente de amizade ao discípulo, que, na sua liberdade, é chamado a aceitá-lo e vivê-lo.

Cristo era um amigo de Maria e Marta e seu irmão Lázaro tanto que antes de sua morte, diz Santo Ireneu, Jesus chorou como um homem e amigo e levantou-lo como Deus. Na frente dessas cenas dos Evangelhos podemos considerar que a participação da vida divina tem como fonte o amigo.

Francisco de Sales: "Eu falo da amizade espiritual de duas ou três almas que comunicam a sua devoção e seu sofrimento espiritual, para formar um só corpo.". Nos conflitos Crísticos lesôes, contradiçôes e crises são ao longo do tempo suportadas, não obstruindo, mas experimentado o dom que chamamos de perdão.

Um amigo que ora Cristianamente em favor de seu amigo, e deseja esse cumprimento em Cristo, por amor de seu amigo, dirige seu amor de Cristo e seu desejo. Desta forma, a partir desse santo amor com o qual ele abraça seu amigo, vai a sua maneira e o abraça em Cristo e, assim, afirma, na alegria espiritual, a pendência da plenitude a realização no seu tempo.

Vive a solidão e compreender os valores de determinados encontros, o que em si pode também ser limitado no tempo, mas "marca uma vida inteira". Assim, um dos grandes desafios é saber como vivenciar as amizades aos olhos da fé, que revela um profundo senso de si mesmo e da realidade histórica em que esta inserida.

O melhor amigo que você pode ter é Jesus "Eu não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que seu senhor faz. Mas tenho-vos chamado amigos, porque vos dei a conhecer todas as coisas que ouvi de meu Pai." (Jo 15:15). Escolha amigos que amam o Senhor que têm o coração puro. "Fuja também das paixôes da mocidade entre justiça, fé, amor e a paz invoque o Senhor de coração puro.".
(2 Tim 2,22).

Que características faz de ti um bom amigo? "Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas cada um, com humildade, considere os outros superiores a si mesmos, cada um não tentando o seu próprio interesse, mas também indo à dos outros.". (Filipenses 2: 3-4). "Para que Cristo habite pela fé nos vossos coraçôes, e assim arraigados e alicerçados no amor, capaz de compreender com todos os santos, qual seja a largura, o comprimento, a altura ea profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, que estão cheios de toda a plenitude de Deus.". (Ef.3,17-19). E ainda: "Todo aquele que faz a vontade de Deus é meu irmão, irmã e mãe.".
(Mc. 3,35).

Jesus materializou muitas amizades com muitas pessoas. Ele era amigo de Lázaro e suas irmãs, dos apóstolos, especialmente Pedro e Tiago, mas especialmente João, o discípulo amado. E, no entanto essas amizades tiveram um preço nos termos de sua união com Deus Pai.

Jesus viu a sua morte como um sacrifício de amizade, então ele disse: "Ninguém tem maior amor do que aquele que da a vida pelos seus amigos" (Gv. 15,13) "Ele vai para casa, chama os amigos e vizinhos, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha que se havia perdido". (Lucas 15: 6) Vocês serão traídos até por pais, irmãos, parentes e amigos, e eles vão colocar alguns de vocês à morte."(Lc 21:16) "Bem, eu lhe digo, os amigos por meio das riquezas inglórias, falham, recebam nos tabernáculos eternos ... "
(Lc 16: 9).

A amizade é o amor, e também caridade. Porque o amor e caridade, são, em conjunto, o único sentimento existente entre os cristãos de fé.

"O apóstolo São Paulo nas recomendaçôes finais na Primeira Carta aos Tessalonicenses, escreveu: "Vivam em paz entre vós, exorta-vos, irmãos, censurem aqueles que vivem mal, incentivem os tímidos, ajudem os fracos, sejam pacientes com todos: Não vos vingueis contra quem vos faz o mal, mas procurai sempre o bem uns aos outros e a todos. Seja sempre feliz. Orai sem cessar, e em todas as circunstâncias dai graças ao Senhor. Deus quer que faça o bem, vivendo unidos com Jesus. Não obstrua a Ação do Espírito Santo não despreze as mensagens de Deus: Examinai tudo e retenha o que é bom Fique longe de toda forma de mal" ...
(1tess. 5,14-22).

"Este é o meu mandamento: que vos ameis uns aos outros como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida pelos seus amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu. mando me escolheram, e eu vos escolhi, e vos designei para que vades e dê fruto, e o vosso fruto permaneça: que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele voa-lo conceda.".
(Jo 15,12-16).

Nos últimos dias de vida faz Jesus o caminho para Betânia e Jerusalém. À tarde volta para Lázaro que próprio na casa de Maria têm um gesto de amor: tomam em suas mãos os pés de Jesus, e unge-os com nardo, perfuma, enxuga, com os seus cabelos. Maria tinha em suas mãos os pés de Jesus, os pés do viajante, de todos os países da Palestina, que conhecia os caminhos de cada coração. Certamente o coração de Jesus se alegrou e recebeu a força dessa amizade, e caminhou para o seu destino de morte.

Pode interessar-te